Qualidade da Distribuição da Pulverização

Um dos fatores mais negligenciados, mas que podem influenciar drasticamente na eficácia de uma certa produção de cultura é a distribuição da pulverização. A uniformidade da distribuição da pulverização ao longo da barra ou dentro da faixa de pulverização é um componente essencial para obter efetividade química máxima com custo mínimo e mínima contaminação fora do alvo. Isso é mais do que crítico se o diluente e as taxas de produtos químicos forem aplicados com a dose mínima recomendada. Existem muitos outros fatores que influenciam a efetividade dos produtos químicos na produção de uma cultura, como clima, momento da aplicação, taxa de ingredientes ativos, infestação das pragas, etc. Entretanto, o operador deve estar ciente da qualidade da distribuição ao se esperar eficiência máxima.

Técnicas de Medição

A distribuição de pulverização pode ser medida de diferentes modos. A TeeJet Technologies e alguns fabricantes de pulverizadores, assim como outras estações de teste e de pesquisa, têm dispositivos (mesas de pulverização) que coletam a pulverização de bicos em uma barra simulada ou padronizada. Essas mesas têm vários canais alinhados perpendicularmente à pulverização do bico. Os canais levam o líquido de pulverização para dentro dos vasos para medir e analisar (veja a foto com a mesa de distribuição TeeJet). Sob condições controladas, pode-se obter medições de distribuição muito precisas para o desenvolvimento e avaliação do bico. As medições de distribuição também podem ser feitas em um pulverizador agrícola real. Para medidas estáticas ao longo da barra do pulverizador, uma mesa igual ou muito similar àquela descrita anteriormente é colocada sob a barra em uma posição estacionária ou como uma pequena unidade de deposição que percorre toda a barra até uma largura de 50 m. Um sistema mede eletronicamente a quantidade de água em cada canal e calcula os valores. Um teste de qualidade de distribuição dá ao aplicador informações importantes sobre o estado dos bicos na barra. Quando forem necessárias informações muito mais detalhadas sobre a cobertura e a qualidade da pulverização pode-se usar um sistema dinâmico—pulverizando-se um traçador (corante). O mesmo é verdadeiro se a distribuição dentro da largura de pulverização de uma barra tiver que ser medida. Atualmente, somente algumas unidades de teste no mundo têm a capacidade de executar um teste estacionário. Esses testes geralmente envolvem movimentos da barra de pulverização para simular as condições reais de aplicações no campo.

A maioria dos dispositivos de medição de distribuição resulta em pontos de dados que representam a uniformidade da largura de pulverização da barra dos pulverizadores. Esses pontos de dados podem ser muito reveladores apenas através de observação visual. Entretanto, para efeitos de comparação, um método estatístico é amplamente aceito. Este método é o Coeficiente de Variação (Cv). O Cv compila todos pontos de dados da mesa de distribuição e os resume a uma simples porcentagem indicando o valor da variação dentro de uma dada distribuição. Para distribuições extremamente uniformes sob condições precisas, o Cv pode ser ≤ 7%. Em alguns países da Europa os bicos devem obedecer a especificações muitos rígidas de Cv e outros exigem que a distribuição do pulverizador seja testada quanto à uniformidade a cada dois anos. Esses tipos de condições enfatizam a grande importância da qualidade da distribuição e seus efeitos na efetividade da produção da cultura.

Fatores que Afetam a Distribuição

Existem vários fatores que contribuem para a qualidade da distribuição de uma barra de pulverização ou uma porcentagem de Cv resultante. Durante uma medição estática, os fatores a seguir podem afetar a distribuição de maneira significativa.

  • Bicos
    --  tipo 
    --  pressão
    --  espaçamento
    --  ângulo de pulverização
    --  ângulo de desvio
    --  qualidade do padrão de pulverização 
    --  vazão 
    --  sobreposição 
  • Altura da Barra
  • Bicos Desgastados
  • Perdas de Pressão
  • Filtros Entupidos
  • Bicos Entupidos
  • Fatores de Montagem que Influenciam a Turbulência do Líquido no Bico

Além disso, no campo durante a aplicação de proteção de cultura pode variar sob distribuição dinâmica, os fatores a seguir podem influenciar na qualidade da distribuição:

  • Estabilidade da Barra 
    --  movimento vertical (inclinação para cima/para baixo) 
    --  movimento horizontal (ginada para direita/esquerda)
  • Condições Ambientais
    --  velocidade do vento
    --  direção do vento
  • Perdas de Pressão (montagem do pulverizador)
  • Velocidade do Pulverizador e Turbulência Resultante

O efeito da uniformidade da distribuição na eficiência de um produto químico de proteção de cultura em si pode ter circunstâncias diferentes. O produto químico de produção de cultura em si pode ter influência dramática sobre sua eficácia. Consulte sempre o rótulo do fabricante do produto químico ou as recomendações antes de realizar a pulverização.

Busque TeeJet.com

Busque Este Site
Busque Documentos Técnicos
Selecione Idioma
Onde Comprar